O que dizem os faraós?

Conheci a Pirâmide Dourada pela publicidade dos caras. Algo nebuloso, não muito claro, apenas prometendo lucros absurdos. Sempre tive curiosidade em saber como os Faraós alegam que conseguem tais lucros estratosféricos.

Pois assisti uma apresentação egípcia, deles com alguns jornalistas, vítimas ou cúmplices, onde eles tiram essa dúvida.

Basicamente, o que eles alegam é que com o dinheiro dos “investidores” eles compram matéria prima bruta, fazem um produto e vendem esse produto com um lucro enorme, distribuindo parte do lucro para os clientes.

Eles são muito bons na explicação, você realmente fica convencido.

No exemplo que deram, eles dizem que conseguem vender o produto deles com cerca de 500% de lucro, ou seja, até a matemática bate.

Mas aí, se você começar a prestar a atenção, já vê que o papo furado de “lucro garantido” simplesmente não existe. E se o produto não vender? E se houver uma grande oscilação no preço? E a concorrência? E se a oferta aumentar? E se a demanda diminuir? Ora bolas, eles não são um monopólio de energia elétrica. E nem esses monopólios garantem nada.

Vendo de fora, é tudo muito mal explicado. Para explicar o que eu entendi, vou ocultar quais são os produtos reais que eles trabalham, para não os identificar, com exceção da criptomoeda que realmente faz parte do esquema: no modelo negócio que eles propõem, você compra uma criptomoeda lastreada em ingredientes de bolo, não cotas do bolo ou lastreada em bolo em si. Aí eles produzem bolo e vendem o bolo com 500% de lucro.

Eles dão a entender que precisam de alguém para financiar a compra de farinha, para fazer bolos, ganhar muito dinheiro e dar uma porcentagem para quem emprestou o dinheiro. Mas se esse fosse o negócio, por que tem a desgraça de criptomoeda no meio do caminho?

Aí eles dizem que é para firmar o contrato e que a “cripto também valoriza”. Ué… valoriza através de uma demanda que eles mesmo criam? Se eles desaparecerem, essa cripto vai valer alguma coisa? Ela é lastreada em ingredientes de bolo que não existem mais pois foram usados para fazer bolos?

Diferente de todos os outros investimentos sérios, como ações, ETFs, LC, LCI, LCA, CDB, Tesouro Direto, debêntures, Fundos Imobiliários e tantos outros, esse é difícil compreender e ter uma resposta clara. O jornalista pergunta uma coisa e eles não respondem diretamente. Parecem políticos, fazem um rodeio antes de responder, mostrando como são saborosos os bolos que eles fazem.

E a cereja do bolo, é claro: os comentários em todos os vídeos do canal estão bloqueados. Por que será, hein?

Lá por 2025, vamos todos descobrir.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s